Notícias

Assinatura de Termo de Cooperação Técnica e agenda com Secretaria da Saúde

05/04/2018 - Gabriela Fogaça

Foi assinado na manhã desta quinta-feira (5), no gabinete de Colemar Câmara, presidente da Junta Comercial do Estado do Tocantins (Jucetins), o termo de cooperação do programa Simplifica Tocantins em parceria com o município de Esperantina. O Prefeito Armando Alencar assinou o termo acompanhado do secretário Municipal de Finanças, Rogério Sousa.

O Simplifica é um programa de simplificação de registro e legalização de empresas e negócios, que visa dar maior agilidade, segurança e desburocratizar os processos de abertura, alteração e fechamento de empresas, facilitando os procedimentos para empresários e contadores.

Agenda saúde

Na sequência, o presidente Colemar e o Prefeito Armando compareceram a agenda com o Governador Mauro Carlesse, no Hospital Geral de Palmas (HGP). O presidente convidou o prefeito de Esperantina, formado em medicina e licenciado da carreira para trabalhar na administração executiva, para acompanhar mais um avanço do Estado na área da saúde.

Em depoimento o prefeito Armando afirmou “a saúde tem sido um problema a nível nacional e no Tocantins, um Estado pequeno, os problemas não são diferentes. Eu acredito que após ouvir atentamente o discurso do Governador, com os projetos anunciados, a saúde vai melhorar muito”, destacou.

Colemar Câmara compareceu a agenda da Secretaria Estadual de Saúde e acredita ser importante uma unidade no Governo, trabalhando e apoiando todas as áreas em prol de um bem comum. O presidente afirma que apesar de ser gestor de uma pasta voltada para o empreendedorismo, para o crescimento econômico é necessário que todas as áreas estejam crescendo juntas. “Um Estado sem saúde não tem espaço para novos investimentos”, frizou Câmara.

Na ocasião foi lançado o programa Opera Tocantins, uma iniciativa que faz parte do Programa de Aprimoramento da Gestão Hospitalar que colocará em prática mutirões de procedimentos cirúrgicos eletivos para atender aproximadamente 6 mil pessoas que estão na fila de espera.